Sub-categorias

Notícia

Carvão a arder lança pânico em Pedorido

Combustão dos resíduos de carvão liberta gases tóxicos nocivos.
Por Paulo Jorge Duarte|13.01.18
Os moradores de Pedorido, Castelo de Paiva, estão em pânico por causa do fumo e cheiro intenso de enxofre libertados pela combustão de resíduos de carvão das minas do Pejão. Muitas toneladas de carvão estão enterradas num depósito de resíduos, no lugar da Póvoa, e estão a arder há três meses.

Manuel Ferreira vive a 300 metros do depósito e receia os efeitos da combustão de carvão no subsolo. Trabalhou durante 30 anos nas minas e conhece os perigos tóxicos.

"Desde que as minas encerraram, em 1994, morreram de cancro muitos moradores e antigos trabalhadores. Estamos assustados porque não sabemos se os níveis de enxofre libertados são prejudiciais" disse ao CM o ex-trabalhador mineiro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!