Cientistas negam impacto humano nas alterações climáticas

Investigadores que estarão no Porto recusam alarmismo.
Por João Saramago|05.09.18
Cientistas que negam o impacto determinante da poluição, provocada pelo homem, nas alterações climáticas, participam sexta-feira e sábado numa conferência na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Organizada pelo Independent Committee on Geoethics, a conferência conta com a presença do dono da WeatherAction, Piers Corbyn, que defende que o clima extremo "é normal" e que "já o tivemos antes".

Nils-Axel Mörner, investigador sueco, vai partilhar os estudos que desenvolve, desde os anos 70, sobre as alterações do nível do mar. Controverso, Nils-Axel Mörner nega a influência do aquecimento global no aumento do nível médio das águas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!