Sub-categorias

Notícia

Comida podre em cantinas leva ASAE a instaurar processos-crime

Fiscalização resultou ainda em 228 processos de contra-ordenação.
11.11.17
Nos últimos três anos, a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) já instaurou 20 processos-crime e suspendeu a atividade a 13 operadores económicos e estabelecimentos, após ter descoberto alimentos podres e/ou com a qualidade alterada em várias cantinas e refeitórios escolares do país.

A informação é avançada pelo Observador que adianta ainda que as fiscalizações realizadas pela ASAE junto de centenas de estabelecimentos de ensino resultaram também na instauração de 228 processos de contra-ordenação.

Estas situações devem-se sobretudo ao "incumprimento dos requisitos gerais de higiene" e ainda à falta de processos baseados nos princípios do HACCP (Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos), que tem como principal objetivo evitar riscos e danos para a saúde do consumidor.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub