Desinteresse dos jovens ameaça construção em Portugal

Ricardo Pedrosa Gomes admitiu o recurso a trabalhadores imigrantes.
25.08.18
  • partilhe
  • 1
  • +
A construção civil, a restauração e o turismo vivem realidades diferentes em Portugal entre os jovens que querem trabalhar, com o primeiro setor a sofrer do desinteresse e os outros marcados pela forte procura que começa nas faculdades.

Mola de grande parte da emigração portuguesa na segunda metade do século XX, a construção civil vive hoje em Portugal um cenário com horizontes que fazem temer pelo seu futuro, disse à Lusa o presidente do Sindicato de Construção de Portugal, Albano Ribeiro.

Argumentando que o setor "está envelhecido" porque "não há gente nova a chegar à profissão", o sindicalista teme que no prazo de uma década "a qualidade do se vai fazer em Portugal seja penalizada", explicando serem hoje em dia os trabalhadores "com mais de 55 anos" aqueles que estão a garantir a boa construção.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!