Monsanto paga 253 milhões por não informar sobre perigo de herbicida

Farmacêutica Bayer garantiu que o glifosato é "seguro e não cancerígeno".
11.08.18
A farmacêutica Bayer garantiu este sábado que o glifosato, composto usado em herbicidas, é "seguro e não cancerígeno", após a sentença de um tribunal que confirmou os perigos do produto Roundup, comercializado pela agroquímica Monsanto.

A garantia decorre de "provas científicas, sujeitas a exames regulares à escala mundial" e de "dezenas de experiências práticas de utilização do glifosato", disse um porta-voz da farmacêutica alemã Bayer, não identificado pela agência AFP.

Na sexta-feira, um tribunal de São Francisco, nos Estados Unidos, condenou a Monsanto a pagar 290 milhões de dólares (253 milhões de euros) por não ter informado sobre os perigos do herbicida Roundup, na origem do cancro desenvolvido por um jardineiro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!