Sub-categorias

Notícia

Hospitais adquiriram 134 mil pílulas para abortar

Interrupção da gravidez despenalizada há dez anos.
Por Edgar Nascimento|15.07.17
Os hospitais portugueses autorizados para a realização de abortos adquiriram, nos últimos dez anos, 134 564 comprimidos de mifepristona, conhecida como ‘pílula abortiva’, desde que a interrupção da gravidez até às dez semanas foi despenalizada.

Segundo dados fornecidos à Lusa pela Autoridade Nacional do Medicamento, 28 hospitais do Serviço Nacional de Saúde com gestão pública consumiram mifepristona em 2016. Este produto bloqueia a hormona fundamental para a manutenção da gravidez e está autorizado em Portugal desde julho de 2007.

Este ano, entre janeiro e março, foram vendidos 5420 comprimidos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub