Sub-categorias

Notícia

Joana Marques Vidal podia ter evitado processo de adoção da IURD

PGR teve processo de Vera, Luís e Fábio nas mãos.
12.01.18

A Procuradora-geral da República (PGR), Joana Marques Vidal, podia ter evitado a adoção de Vera, Luís e Fábio, as crianças retiradas à mãe, na Amadora, e entregues à IURD. 

A própria Procuradoria-Geral confirmou que Marques Vidal teve intervenção direta num processo de confiança judicial referentes a estas adoções.

Em comunicado, a PGR explica que "a Procuradora-Geral da República exerceu funções no Tribunal de Família e de Menores de Lisboa entre 1994 e 2002, tendo, durante parte desse período, assumido a coordenação dos magistrados do Ministério Público e o despacho processual de uma secção desse tribunal".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!