Sub-categorias

Notícia

Jovem que morreu com sarampo não estava vacinada

A jovem estava internada desde o fim de semana na Unidade de Cuidados Intensivos Pediátricos do CHLC.
19.04.17
A jovem de 17 anos que morreu com sarampo no Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, não estava vacinada, revelou hoje o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

"A jovem não estava protegida do ponto de vista imunitário", disse o ministro em resposta a uma pergunta sobre a rapariga estava vacinada.

De acordo com uma nota do Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC), a que pertence o Hospital Dona Estefânia, a jovem morreu "na sequência de uma situação clínica infeciosa com pneumonia bilateral -- sarampo".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De rsantosxx19.04.17
    É triste. Pais e Estado são os responsáveis por esta morte que podia ter sido evitada. A vacina devia ser obrigatória. E os pais que não cumprirem devem ser punidos. No perigo de morte não se devem opor os Direitos, Liberdades e Garantias. Que país tão complicado para decidir.
1 Comentário
  • De rsantosxx19.04.17
    É triste. Pais e Estado são os responsáveis por esta morte que podia ter sido evitada. A vacina devia ser obrigatória. E os pais que não cumprirem devem ser punidos. No perigo de morte não se devem opor os Direitos, Liberdades e Garantias. Que país tão complicado para decidir.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub