Sub-categorias

Notícia

Mais de 2 mil aguardavam por portaria

Ordem dos Médicos ameaça mostrar descontentamento de formas inéditas.
Por Sónia Trigueirão|15.02.18
  • partilhe
  • 3
  • +
A portaria que define as condições para o funcionamento do ciclo de estudos da Licenciatura em Medicina Tradicional Chinesa, e que a Ordem dos Médicos contesta, era aguardada há cinco anos por mais de dois mil profissionais.

"Em causa estão profissionais que exerciam a profissão antes da lei de 2013, que veio regulamentar o exercício das Terapêuticas Não Convencionais, e que já podem pedir a cédula, e alunos que fizeram cursos e que podem candidatar-se ao grau de licenciatura", explicou o presidente da direção da Sociedade Portuguesa de Medicina Chinesa, António Moreira.

A Ordem dos Médicos acusou o Governo de ameaçar a saúde dos portugueses ao validar cientificamente práticas tradicionais chinesas através de uma licenciatura e admite mostrar o descontentamento através de "formas inéditas" .

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub