Sub-categorias

Notícia

Médicos acusam Governo de má-fé

Proposta enviada aos sindicatos sugere que clínicos com 55 anos façam urgências.
Por Sónia Trigueirão|10.08.17
"Nem Paulo Macedo, quando foi ministro da Saúde, e nos tempos mais complicados com a Troika, se atreveu a tanto", diz Jorge Roque da Cunha do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), acrescentando que a proposta enviada para servir de base para a reunião de amanhã, no Ministério da Saúde, revela "má-fé".

No início da semana, os sindicatos receberam um documento onde era proposto, por exemplo, que os clínicos com 55 anos façam urgências e que a redução das 200 para as 150 horas por ano do trabalho suplementar seja faseado até 2021.

No documento é referido que há ainda 800 mil portugueses sem médico de família.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub