Menos cirurgias durante as férias

As cirurgias ao cancro diminuem de forma acentuada nos períodos de férias ou feriados. De acordo com o relatório do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC) relativo ao ano de 2008, Agosto foi o mês em que se efectuaram menos operações ao cancro, perfazendo um total de 2500 cirurgias, face às 3800 realizadas no mês de Outubro. O mês de Dezembro voltou a registar um acentuado decréscimo da actividade cirúrgica, com cerca de 2800 intervenções.

30.06.09
  • partilhe
  • 0
  • +
Menos cirurgias durante as férias
Em 2008 morreram 233 pessoas com cancro, em Portugal, enquanto aguardavam por uma operação Foto António Pedro Valente

Ao analisar os dados referentes às operações a outras patologias, a tendência mantém-se. Agosto foi o mês em que se efectuaram menos cirurgias (25 mil) e Outubro foi a altura do ano em que mais pacientes (45 mil ) foram operados.

Para a ministra da Saúde, Ana Jorge, existe uma evolução positiva no combate às listas de espera para cirurgia em Portugal. "Temos vindo a diminuir os tempos de espera, há mais doentes operados, o que significa menos gente a morrer", disse. Por sua vez, Manuel Pizarro, secretário de Estado da Saúde, considerou ser preciso corrigir o tempo de espera para a colocação da banda gástrica. A partir de 1 de Setembro vai ser desenvolvido um novo modelo de tratamento, com um "preço compreensivo", a pagar pelo Estado, para a transferência de doentes que aguardam cirurgia para clínicas privadas ou sociais. 

CIRURGIA DEMORA 87 DIAS

Um doente com cancro espera, em média, 87 dias para ser submetido a uma intervenção cirúrgica no Hospital Garcia de Orta, em Almada. Se recorrer aos serviços de saúde do Hospital de São Teotónio, em Lisboa, o tempo aguardado é de 56 dias. Estas são as duas unidades com os piores tempos de espera para uma cirurgia, o que pode ser determinante para o paciente oncológico. Em 2008 morreram 233 pessoas enquanto aguardavam por uma intervenção cirúrgica.

Segundo o relatório do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia, 1189 pessoas foram eliminadas das listas de espera para uma operação ao cancro devido a um erro processual. A perda de indicação cirúrgica levou à eliminação da lista de 982 pacientes. 

APONTAMENTOS 

175 MIL DOENTES

No final de 2008 estavam inscritas 175 mil pessoas nas listas de espera, das quais 4094 eram doentes oncológicos.

CANCRO NA PELE

Dos pacientes com cancro em lista de espera, 959 sofriam de neoplasias malignas na pele e 661 pessoas tinham cancro no rim.

BANDA GÁSTRICA

No final de 2008 estavam registadas em lista de espera 2141 pessoas para a colocação de uma banda gástrica. O tempo de espera médio para esta cirurgia é de 14,8 meses.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!