Mulher ‘ressuscitada’ 5 vezes no mesmo dia

Alexandra Vivas sentiu um peso no peito, mas achou que era apenas cansaço.
Por Sónia Trigueirão|11.02.18
Alexandra Vivas, de 38 anos, ‘morreu’ cinco vezes no mesmo dia. Valeu-lhe a equipa de médicos e enfermeiros que estava de serviço nas Urgências do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, no dia 26 de dezembro de 2017, que a conseguiu reanimar nas cinco vezes que o seu coração parou, e a quem agradece profundamente. Tudo aconteceu em poucos minutos, enquanto aguardava, numa maca, na sala de espera.

Ao CM, Alexandra Vivas, que até aquele dia não sabia que tinha um problema cardíaco, explicou o que aconteceu entre os dias 24 e 26 de dezembro: "Na véspera de Natal estava a trabalhar, sou portageira. Senti-me maldisposta e com um peso no peito. Achei que era cansaço. Quando acabei o turno, fui para casa e deitei-me. No dia 25 fui trabalhar e senti o mesmo. Era uma espécie de ardor". Deitou-se, mas ao acordar no dia 26, por volta das 9h00, sentiu um ardor no peito, os braços dormentes e transpiração excessiva. Estava a ter um enfarte. O marido ligou para o 112. Os bombeiros do Pinhal Novo responderam à ocorrência e transportaram-na para o hospital.

A mulher já estava na sala de espera da unidade de Setúbal quando sofreu a primeira convulsão. O seu coração parou. Gerou-se uma confusão, médicos e enfermeiros à sua volta. Foi levada para a sala de reanimação e aí o seu coração parou mais quatro vezes. Apenas se lembra de estar na sala de espera e depois acordar entubada e dorida no peito, resultado da pressão que os profissionais de saúde fizeram para a conseguir trazer de volta à vida.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!