Sub-categorias

Notícia

Ordem define tempos mínimos de consultas

Colégios das Especialidades analisam tempo-padrão para melhorar relação com doentes.
Por Cristina Serra|21.04.17
  • partilhe
  • 0
  • +
A Ordem dos Médicos vai analisar e definir o tempo-padrão de consultas por especialidade, incluindo tempos mínimos, que terão de ser cumpridos nas unidades de saúde públicas e privadas, para melhorar a relação médico-doente.

"É necessário definir o tempo-padrão médio das consultas e ter em conta o tempo que leva a fazer o exame físico ao doente, exame clínico, o acesso ao sistema informático e dar uma explicação ao doente acerca do que vamos fazer", explicou ao CM Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos.

Segundo o bastonário, os Colégios das Especialidades irão definir esses tempos de consulta, que serão diferentes consoante a especialidade. "Em regra, uma consulta de medicina interna ou psiquiatria leva mais tempo do que uma consulta de ortopedia ou urologia, mas cada caso é um caso e tanto posso ter uma consulta de dez minutos com um doente como uma de uma hora e vinte minutos", sublinha Miguel Guimarães.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub