Parque francês treina corvos a apanhar beatas do chão

Campanha educativa tenta incentivar os visitantes a apanhar o seu lixo.
20.08.18

No parque Puy de Fou, em França, seis corvos estão a ser treinados para recolherem beatas e pequenos lixos do chão, como forma de manter o local limpo. O objectivo é mostrar ao visitantes que "a própria natureza pode ensinar a cuidar do ambiente."

"Queremos ensinar as pessoas a não deitar o seu lixo no chão", disse Nicolas Villiers, vice-presidente do parque, ao The New York Times. Villiers defende que, se é possível ensinar corvos a apanhar lixo, também deverá ser possível educar os humanos, acrescentando: "Às vezes é bom fazer com que as pessoas se sintam um pouco culpadas".

O sistema que leva os corvos a apanhar lixo é simples: são colocadas caixas de madeira à entrada do parque para que as pessoas possam ver os pássaros em acção. Quando os corvos colocam as beatas e lixo num dos compartimentos, o outro compartimento abre-se e dá uma recompensa ao animal, geralmente comida. O sistema foi criado por Christophe Gaborit, especialista em aves de rapina.

Segundo o vice-presidente do parque, os corvos foram escolhidos para este trabalho porque são "particularmente inteligentes. Quando se encontram num ambiente afectivo, comunicam com os humanos e estabelecem uma relação com eles através de jogos."

Alguns peritos mostram-se cépticos em relação a esta ideia de treinar os pássaros para recolherem o lixo dos humanos. John Marzluff, professor de ciência da vida selvagem na Universidade de Washington, Estados Unidos, também considera esta ideia pouco prática: "Não é apropriado comandar os pássaros a fazerem o nosso trabalho sujo. Teríamos de treinar milhares de corvos e seria criada uma nova indústria". Em vez disso, o professor sugere uma solução mais simples: "As pessoas podiam começar a apanhar o seu próprio lixo".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!