Sub-categorias

Notícia

Profissionais de reinserção social iniciam greve de oito meses

Protesto exige a abertura de contratação de trabalhadores para responder ao problema da falta de pessoal nestes serviços.
21.04.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Os profissionais de reinserção social que trabalham na vigilância eletrónica e nos centros educativos iniciam uma greve às horas extraordinárias, para exigir a contratação de trabalhadores, que vai prolongar-se até ao fim do ano.

Convocada pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, a greve, que se prolonga até 31 de dezembro, visa exigir a abertura de concursos para contratação de novos trabalhadores para responder ao problema da falta de pessoal nestes serviços.

"A falta crónica de pessoal nestes setores, para além de promover problemas de segurança para os trabalhadores e deficiente operacionalidade dos serviços, provoca uma desregulação dos horários de trabalho, obrigando a cargas horas diárias de dez e mais horas, a alterações constantes no gozo dos dias de descanso e a modificações súbitas nas escalas de serviço", alerta a federação sindical em comunicado.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

Exclusivos

375 idosos casaram em 2016

375 idosos casaram em 2016

Maioria dos homens escolhem uma mulher mais nova. Em 64 casos, a diferença é de pelo menos 21 anos.

pub