Sub-categorias

Notícia

Propina máxima sem correção

Ana Luísa Pereira, da Federação Académica do Porto elege o tema como prioritário.
10.08.17
O erro de cálculo de cerca de 114 euros em excesso na propina máxima, reclamado pelos estudantes, não será corrigido no próximo ano letivo.

"Não haverá alteração do valor máximo", disse ao CM António Cunha, presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas.

Ana Luísa Pereira, da Federação Académica do Porto (FAP), elege o tema como prioritário. "É uma discussão que o movimento associativo está a fazer com todos os partidos. O próprio INE já disse que há forma mais correta de calcular", disse.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub