Sub-categorias

Notícia

Protesto fecha blocos na Maternidade Alfredo da Costa

Enfermeiros recusaram prestar cuidados diferenciados.
Por Cláudia Machado|14.07.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Cinco dos 11 blocos de partos da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), em Lisboa, foram ontem encerrados devido ao protesto dos enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia. Estes profissionais recusam-se a prestar cuidados diferenciados sem serem pagos para tal.

"Os seis blocos que funcionaram tinham um enfermeiro especialista e dois generalistas ao serviço. A consulta externa funcionou com uma enfermeira generalista", disse ao CM Gorete Pimentel, porta-voz do movimento de enfermeiros.

Ao CM, o Centro Hospitalar de Lisboa Central, ao qual pertence a MAC, disse que "dos 6 enfermeiros especialistas que estavam escalados para a Urgência Ginecológica e Obstétrica, 3 estão a desempenhar o seu papel como habitualmente" e que "a segurança das doentes internadas na Medicina Materno-Fetal encontra-se garantida com o apoio da Urgência".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub