Sub-categorias

Notícia

PSD e CDS questionam Governo sobre poluição no rio Tejo

Partidos falam sobre "avistamento de peixes mortos" entre Abrantes e Santarém e uma "baixa generalizada do caudal" do rio.
15.06.17
  • partilhe
  • 4
  • +
PSD e CDS questionam Governo sobre poluição no rio Tejo
Rio Tejo Foto Duarte Fernandes Pinto / Correio da Manhã
O PSD e o CDS questionaram o ministro do Ambiente sobre se tem conhecimento de novos casos de poluição no Tejo, e falam sobre "avistamento de peixes mortos" entre Abrantes e Santarém e uma "baixa generalizada do caudal" do rio.

"Depois de todos os problemas que têm vindo a afetar o rio Tejo, surgiram ao longo dos últimos dias relatos preocupantes de avistamento de peixes mortos ao longo do rio, designadamente junto ao açude de Abrantes, mas também em diversos outros pontos do rio, designadamente no Cais do Tramagal, Constância, Carregueira (Chamusca), Golegã, Azinhaga, Vale de Figueira, Caneiras, Porto de Muge, Reguengo, Porto da Palha Escaroupim", referem os deputados Duarte Marques, Nuno Serra e Teresa Leal Coelho num documento enviado ao Governo.

No mesmo documento, a que a Lusa teve acesso, pode ainda ler-se que "estes preocupantes relatos têm chegado ao conhecimento dos Deputados do PSD através de vários pescadores, amadores e profissionais, mas também pelo relato de diversos populares. Os pescadores, em particular, relatam uma baixa generalizada do caudal em certas zonas do rio, ficando os peixes presos nos baixios ou na vegetação existente", conclui o PSD, questionando a tutela se "tem conhecimento da situação" descrita, e "qual o ponto de situação da contratação de novos inspetores ambientais para a bacia do Tejo, que foram prometidos pelo Ministro do Ambiente no início do ano".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub