Sub-categorias

Notícia

Trabalhadores do Hospital da Cruz Vermelha protestam em defesa do acordo de empresa

CGTP exige que administração do hospital ao diálogo.
Por Lusa|05.12.17

Cerca de meia centena de trabalhadores, que iniciaram uma greve na segunda-feira e cuja adesão ronda os 75%, estavam concentrados às 09h30 junto ao Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa, em Lisboa, em defesa do acordo de empresa. CGTP exige que administração do hospital ao diálogo.

A greve foi convocada pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), pelo Sindicato da Hotelaria do Sul e Sindicato Nacional de Profissionais de Farmácia e Paramédicos (SIFAP) e abrange enfermeiros, auxiliares, administrativos e trabalhadores da área da farmácia.

Em declarações à agência Lusa, Rui Marroni, do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) adiantou que cerca das 09h30 ainda não tinham sido apurados os dados relativos ao turno da manhã, mas no da noite foi registada uma adesão de 75%, ligeiramente inferior ao primeiro dia (segunda-feira) que rondou os 80 a 90%.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub