Sub-categorias

Notícia

Vídeo viral de estudante Erasmus dá mote para críticas a Lisboa

Promoção a Portugal parodiada para refletir mobilidade difícil na capital.
Por Pedro Zagacho Gonçalves|19.10.16

Um vídeo de promoção do empreendedorismo e do Ensino Superior português, feito pela Invest Portugal, tem dado que falar nos últimos dias. Nas imagens, um estudante de Erasmus alemão, de nome Tom, explica aos pais que se apaixonou pela cidade de Lisboa e que quer ficar mais seis meses na capital portuguesa.

Entretanto, foi feita uma paródia do vídeo, que é redobrado e legendado em português, para refletir os acessos e mobilidade difíceis na cidade de Lisboa. A nova versão, feita pelo comediante Manuel Cardoso, está a ser um fenómeno nas redes sociais, à semelhança do original.

Estudante de Erasmus promove Portugal em vídeo

No vídeo original, Tom elogia as universidades portuguesas, o espírito empreendedor e a simpatia dos locais, os monumentos e a história de Lisboa, o baixo custo de vida, os espaços verdes e a praia, o fado, a noite e a restauração portuguesa, a segurança, assim como a vista e o clima. No final, o estudante convida os pais a visitar a cidade.

Já na paródia, que já faz furor nas redes sociais, são criticadas as obras em vários pontos da cidade e que, por vezes, demoram muito tempo a estar concluídas, e que tornam o trânsito caótico. "O único emprego que conseguiria aqui provavelmente seria o de trolha", ouve-se no vídeo. Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, também não escapa às críticas.

Os transportes são, igualmente, criticados. Diz-se no vídeo que o tempo de espera no metro pode chegar aos 20 minutos e que, se tentar apanhar um Uber, corre o risco de ser atacado por um taxista, em referência à greve de taxistas da semana passada.

No final, o vídeo original afirma "Estude em Lisboa. Uma lição de vida", enquanto que, na nova versão, sugere-se "Estude em Lisboa. Mas compre um helicóptero".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Sociedade

pub