Sub-categorias

Notícia

Saiba o que fazer para estar protegido do ataque informático mundial

Wannacry consegue bloquear os computadores exigindo o pagamento de um determinado valor monetário.
Por João Monteiro de Matos|12.05.17
Saiba o que fazer para estar protegido do ataque informático mundial
Ataque “Wannacry” tem afetado vários computadores em todo o mundo Foto Getty Images

O ataque informático "Wannacry" que esta sexta-feira afetou várias empresas em todo o mundo teve como objetivo explorar as falhas de segurança do Windows. A Microsoft já tinha corrigido este bug em março com uma atualização do sistema operativo, o que significa que quem fez os updates estará protegido.

Caso queira verifica se tem o sistema protegido, basta aceder ao comando Windows Update/Atualizador do Windows e depois clicar em Check for updates/Procurar atualizações. Caso o sistema esteja desatualizado, automaticamente iniciar-se-á a instalação dos ficheiros em falta. Se preferir fazer a atualização de forma manual, pode aceder à página da Microsoft e escolher o sistema operativo que utiliza, o que irá corrigir as eventuais lacunas de segurança existentes no computador.

No que toca às empresas e instituições públicas, os usuários do Windows estão sujeitos aos serviços de apoio informático, o que facilita a propagação deste ataque. Por razões de compatibilidade, as empresas adiam as atualizações de segurança fornecidas pela Microsoft.

Para detetar se o seu computador, pessoal ou profissional, foi afetado por este ataque, que exige uma determinada quantia de dinheiro numa mensagem repentina no ecrã, a primeira coisa que deve fazer é desligar-se da internet (sem fios ou cabo) e se o aviso continuar desligue mesmo o computador da ficha elétrica.

O ataque informático em questão, o Wannacry, consegue bloquear os computadores, exigindo o pagamento de um determinado valor monetário para que o computador volte ao seu normal funcionamento. 

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Tecnologia

pub