Uso de 'smartphones' nas burlas informáticas cada vez mais frequente

Durante os primeiros seis meses deste ano foram registadas 3.268 burlas informáticas.
Por Lusa|27.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O diretor da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e Criminalidade Tecnológica (UNC3t) da PJ alertou esta quarta-feira para o uso cada vez mais frequente de dispositivos móveis, por exemplo 'smartphones', nas burlas informáticas e outro tipo de fraude.

Carlos Cabreiro falava durante uma conferência de imprensa para apresentação de resultados do combate à criminalidade informática, durante a qual foram fornecidos dados estatísticos que indicam que durante os primeiros seis meses deste ano foram registadas 3.268 burlas informáticas e 670 burlas comuns praticadas com recurso a tecnologias de informação.

A projeção da PJ prevê que até final deste ano sejam cometidas 6.536 burlas informáticas e 1.340 burlas comuns praticadas com recurso a tecnologias de informação. Neste último caso, e caso se confirme a projeção, a subida será exponencial face a 2017 (335 casos).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!