Sub-categorias

Notícia

Investigador considera organização de festival da Eurovisão uma oportunidade estratégica

Estudo estima que custos não ultrapassem os 30 milhões de euros.
16.05.17
Investigador considera organização de festival da Eurovisão uma oportunidade estratégica
Vitória de Salvador Sobral garantiu a organização do festival a Portugal Foto Reuters
A oportunidade estratégica de realizar o Festival da Eurovisão 2018, em Portugal, tem repercussões que estão muito para além do concurso, defende o investigador Jorge Mangorrinha considerando que o evento gerará retornos superiores ao investimento.

Organizar a edição 2018 do Festival da Eurovisão "é uma oportunidade de investimento e não uma despesa", disse à Lusa Jorge Mangorrinha, autor de vários estudos sobre a Eurovisão, defendendo que Portugal deve aproveitar "a oportunidade estratégica" de realizar o evento cujas repercussões "estão muito para além do concurso propriamente dito".

Para o investigador da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, "importa ver este fenómeno eurovisivo tal como se apresenta a concorrência que existe na economia do turismo à escala mundial" já que o certame é potenciado por "uma rede em constante evolução, de povos e lugares que transcendem as fronteiras históricas da Europa, com efeitos nas correntes turísticas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Tv Media

pub