Sub-categorias

Notícia

Administração da RTP custou 366 mil euros

No ano passado, Gonçalo Reis, presidente do grupo de rádio e TV, recebeu 133 mil euros.
Por Duarte Faria|11.08.18
  • partilhe
  • 9
  • +
O anterior conselho de administração da RTP custou, no ano passado, 366 mil euros aos cofres da empresa pública de rádio e televisão - menos cerca de 4 mil euros face a 2016. Só em salários, os três elementos receberam cerca de 313 mil euros (mais 10 mil do que no ano anterior).

Gonçalo Reis (presidente) auferiu um salário mensal bruto de 9500 euros, Nuno Artur Silva (administrador com o pelouro dos conteúdos) 7021 euros e Cristina Vaz Tomé (administradora com a área financeira) 4349 euros mais despesas de representação, no valor de 1740 euros.

Contas feitas, e incluídas as reduções remuneratórias, Gonçalo Reis recebeu 133 mil euros, enquanto os administradores se ficaram pelos 98 291 e 81 767 euros, respetivamente. Os valores estão publicados no relatório e contas da RTP do exercício de 2017, a que o Correio da Manhã teve acesso.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!