Sub-categorias

Notícia

Administração da RTP custou 370 mil euros

No ano passado, Gonçalo Reis, presidente do grupo público, recebeu quase 129 mil euros.
Por Duarte Faria|13.06.17
Administração da RTP custou 370 mil euros
Os administradores Cristina Vaz Tomé e Nuno Artur Silva e o presidente da RTP, Gonçalo Reis (da esq. para a dir.) Foto Jorge Paula
O conselho de administração da RTP custou, no ano passado, 370 mil euros aos cofres da empresa pública de rádio e televisão. Só em salários, os três elementos receberam cerca de 303 mil euros.

Gonçalo Reis (presidente) auferiu um salário mensal de 9500 euros, Nuno Artur Silva (administrador com o pelouro dos conteúdos) 7020 euros e Cristina Vaz Tomé (administradora financeira) 4349 euros mais despesas de representação, no valor de 1739 euros.

Contas feitas, e incluídas as reversões remuneratórias, Gonçalo Reis recebeu 128 963 euros, enquanto que os administradores se ficaram pelos 95 307 e 79 270 euros, respetivamente. Os valores estão publicados no relatório e contas da RTP do exercício de 2016, a que o CM teve acesso.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Tv Media

pub