Sub-categorias

Notícia

Guerra entre PS e PSD pelo futuro da ERC

Atual Conselho Regulador deveria ter abandonado o organismo a 8 de novembro.
Por Hugo Real|12.02.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Guerra entre PS e PSD pelo futuro da ERC
A Assembleia da República tem de aprovar os quatro membros indigitados pelos partidos para o novo conselho Foto Tiago Sousa Dias
O braço de ferro para a definição do novo Conselho Regulador (CR) da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) promete continuar. O PSD quer definir o nome do quinto elemento do CR, cooptado pelos quatro inicialmente eleitos na Assembleia da República, já o PS defende que a escolha deve respeitar os estatutos da ERC e pertencer aos membros aprovados no Parlamento, obrigatoriamente por uma maioria de dois terços.

A divergência, sabe o CM, prende-se com razões de ‘tradição partidária’, já que até agora a escolha tem pertencido ao partido com mais deputados eleitos (em 2005 o PS indicou Azeredo Lopes, atual ministro da Defesa, e em 2011 foi o PSD a escolher Carlos Magno).

Definidos estão já os dois nomes que o PS vai indicar para a ERC: o professor e ex-jornalista Mário Mesquita e João Pedro Figueiredo, jurista da RTP. Já o PSD não avança oficialmente quais são as suas escolhas, mas Fátima Lima, diretora da ERC, e o jornalista Francisco Azevedo e Silva devem ser os indicados.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Tv Media

pub