Sub-categorias

Notícia

Morreu Alípio de Freitas

Lutou pelos direitos dos mais pobres e por isso foi torturado no Brasil.
Por Ana Maria Ribeiro|14.06.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Nasceu em Portugal e naturalizou-se brasileiro, foi padre e revolucionário, conheceu Pablo Neruda e Nikita Krutchev. O jornalista Alípio de Freitas – que se destacou na luta pela liberdade e no apoio aos movimentos camponeses no Brasil – morreu ontem, em Lisboa, aos 88 anos, poucos dias antes de poder assistir ao espetáculo que a Associação José Afonso preparava em sua homenagem.

A notícia da morte foi dada pela família e o concerto – marcado para sábado, às 21h30, no Fórum Lisboa, e onde participam Janita Salomé e Vitorino, entre outros – vai para a frente. "A direção decidiu manter o espetáculo", disse fonte da organização ao CM.

Nascido em Bragança em 1929, Alípio de Freitas foi ordenado padre em 1952 e pouco depois foi viver para o Brasil, onde deu aulas na universidade. Defensor do movimento camponês, foi preso em 1970, sujeito a torturas, e saiu em 79, publicando logo a seguir o livro ‘Resistir é Preciso’.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Tv Media

Tv Media

Estrelas da SIC com futuro incerto

Estrelas da SIC com futuro incerto

João Baião fica sem programa e terá salário milionários revisto. Não é o único caso. Conheça a lista de 'dispensáveis'.

pub