Correio da Manhã

Casas coloridas formam o postal perfeito de Colmar
Foto Getty Images
Foto Getty Images
Foto Getty Images
Foto Getty Images
Por Patrícia Lima Leitão | 13:00
  • Partilhe
‘La Petit Venice’, que faz lembrar Veneza, com canais e casas à beira da água, é a zona mais procurada.

As fachadas das casas pintadas das mais diversas cores e preenchidas com detalhes característicos formam o cartão-postal mais concorrido de Colmar, urbe na região da Alsácia, nordeste de França. Esta foi a última cidade a ser libertada da ocupação alemã, em 1945.

Localizada na fronteira, a região foi durante séculos alvo de disputas entre os dois países e dominada alternadamente por ambos. Em Colmar são visíveis as influências alemãs na gastronomia e arquitetura. La Maison des Tetes é um dos edifícios mais curiosos e data de 1609.

As 106 cabeças humanas que lhe dão o nome são esculpidas na fachada. O espaço alberga um hotel. La Petit Venice é a zona mais procurada, com canais rodeados de casas e restaurantes. É possível passear de barco. 

Rota do Vinho da Alsácia não ‘esquece’ a cidade francesa
Colmar é uma das cidades mais importantes na Rota do Vinho da Alsácia - formada por uma trajeto que liga locais da região e que pode ser percorrido de carro -, marcada pela forte produção vinícola. O clima seco é o ideal.

A rota passa por vinhas ancestrais, florestas, castelos e ruínas medievais, e ainda por caves de vinho onde é possível uma degustação. Com uma extensão de cerca de 100 quilómetros, começa na povoação de Tann, perto de Mulhouse, e termina em Marlenheim, a cerca de trinta quilómetros de Estrasburgo. 

PUBLICIDADE
Flores nas janelas 
É difícil encontrar uma casa, por entre a cidade de colmar, que não tenha flores penduradas nos parapeitos das janelas. Mas não só nas fachadas, como também às portas das habitações ou em postes da rua.

Tal aprumo por parte dos moradores deve-se ao ‘Les villes et villages fleuris’, um conselho nacional que incentiva aos espaços verdes e ao embelezamento de todas as ruas. O objetivo passa por um aumento no índice da felicidade e no orgulho de viver em comunidade.

É garantido que em qualquer altura do ano pode visitar Colmar e encontrar as habitações floridas, resultado do orgulho dos moradores e da constante replantação. 

FICHA DE VIAGEM 
Como ir
Apanhe um voo para o aeroporto International Strasbourg-Entzheim, que fica a 60 km de Colmar. Daí, numa viagem de 30 minutos de comboio, chega à pitoresca cidade.

Onde ficar
O hotel Le Colombier pode ser uma boa opção para ficar hospedado. Está localizado no bairro de Petite Venise e tem 33 quartos com mobiliário criado por designers italianos.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE