Correio da Manhã

Chipre: A ilha de Afrodite e dos encantos mil
Foto Direitos Reservados
Foto Direitos Reservados
Foto Direitos Reservados
Foto Direitos Reservados
Foto Direitos Reservados
Por Joana Domingos Sá | 16:56
  • Partilhe
Pouco explorado pelos portugueses, é um destino que se divide entre história e praias deslumbrantes.

A beleza da ilha de Chipre confunde-se facilmente com a da Grécia. Não é por acaso que é conhecida como a ilha de Afrodite, deusa grega do Amor.

Ilha de encantos mil, respira influências gregas, turcas e romanas. Mas se a história já fala por si, são as praias entre o exótico e o árido que fazem do Chipre um destino perfeito. O mar do mediterrâneo oriental confere-lhe um azul encantador, que se junta a paisagens intocáveis, quase mesmo selvagens.

Um país pequeno onde cabem vários contrastes: a praia mais famosa é a de Nissi Beach, em Ayia Napa. Com areia branca e água cristalina, contrasta com o lado oposto da ilha, onde encontramos praias de areia escura, mas igualmente deslumbrantes. A meio caminho para a Ásia, o Chipre não é apenas uma paragem, mas sim um destino para explorar até ao mais ínfimo detalhe.

História e turismo balnear num só país
O Chipre é uma ilha pequena, mas com atividades turísticas que podem durar  vários dias. O que confere à ilha uma atmosfera deslumbrante é que podemos visitar locais de interesse histórico junto ao mar. São várias as igrejas – de influência claramente grega – que se situam junto às melhores praias do país. Já sem falar, por exemplo, nas ruínas de Curium – complexo arqueológico de onde podemos avistar o mar do topo de um anfiteatro romano. Uma das praias mais visitadas é Konnos Beach, na zona mais oriental. 

Onde comer e o que fazer
Mezze
As especialidades gastronómicas locais mais tradicionais são os mezze de peixe e carne. Uma série de petiscos servidos como prato principal, que encontra em vários restaurantes. 

PUBLICIDADE
Não deixe de visitar a praia onde pode ver a pedra de Afrodite, que simboliza a zona onde terá nascido a deusa grega do Amor. Situa-se em Paphos, na costa sudoeste da ilha.

Ficha da viagem

Quando ir

Os melhores meses para visitar o Chipre são maio, setembro e outubro. Em abril começam os dias quentes.

Alugar carro
É obrigatório alugar carro para conhecer a ilha, a condução é feita pela esquerda. Para a capital, Nicósia, é aconselhado autocarro.

Passaporte obrigatório
Pertence à União Europeia, mas pedem passaporte.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE