Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
7

Cartaxo, a ‘capital do Vinho’

O Cartaxo é uma cidade que conjuga a ruralidade ribatejana com o desenvolvimento urbano.
João Nuno Pepino 19 de Dezembro de 2018 às 18:00
O museu rural e do vinho está localizado na Quinta das Pratas
O Cartaxo tem construído o seu projeto turístico. a zona ribeirinha merece uma visita atenta
Interior do restaurante Taberna do Quinzena. Uma sugestão para os sabores da terra
O Natal é celebrado com muita animação
Vista geral do jardim da Praça 15 de Dezembro
Uma gastronomia rica e variada. Na foto, um prato de enguias
O museu rural e do vinho está localizado na Quinta das Pratas
O Cartaxo tem construído o seu projeto turístico. a zona ribeirinha merece uma visita atenta
Interior do restaurante Taberna do Quinzena. Uma sugestão para os sabores da terra
O Natal é celebrado com muita animação
Vista geral do jardim da Praça 15 de Dezembro
Uma gastronomia rica e variada. Na foto, um prato de enguias
O museu rural e do vinho está localizado na Quinta das Pratas
O Cartaxo tem construído o seu projeto turístico. a zona ribeirinha merece uma visita atenta
Interior do restaurante Taberna do Quinzena. Uma sugestão para os sabores da terra
O Natal é celebrado com muita animação
Vista geral do jardim da Praça 15 de Dezembro
Uma gastronomia rica e variada. Na foto, um prato de enguias
Outrora conhecida por ‘Las vegas do Ribatejo’, devido aos bares e discotecas que chamavam os amantes da noite nos anos 80 e 90, o Cartaxo foi perdendo este epíteto, mas é hoje uma cidade desenvolvida, num concelho com muito para descobrir e conhecer.

Num programa para um dia, a manhã poderá ser reservada para visitar duas aldeias ribeirinhas de enorme beleza natural, nascidas à beira Tejo: Valada do Ribatejo e a Palhota. Esta segunda, que chegou a acolher o escritor Alves Redol, é uma aldeia típica construída por pescadores avieiros, e que ainda conserva o casario de madeira assente em estacas, com que se escapava às cheias dos invernos. Valada, de arquitetura senhorial, tem praia fluvial, um amplo parque de merendas, locais para desportos radicais e ainda um ancoradouro para barcos, de onde partem passeios em embarcações turísticas que mostram a fauna e a flora do rio Tejo.

Para o almoço sugere-se um verdadeiro refúgio da cozinha regional: a Taberna do Alfaiate, na Lapa. Situado numa antiga adega transformada numa sala de refeições, este restaurante prima pela extensa lista de entradas e alguns pratos emblemáticos, casos do pato com mel ou do naco de boi em vinho tinto, entre muitas outras iguarias.

Nos últimos anos, o Cartaxo tem construído o seu projeto de afirmação enquanto destino turístico em torno do slogan ‘Capital do Vinho’. Neste capítulo, sugere-se uma visita demorada durante a tarde ao Museu Rural e do Vinho, localizado na Quinta das Pratas, outro dos espaços nobres da cidade. Dividido em espaços temáticos, com destaque para a sua taberna tradicional, o museu exibe um espólio que ensina as tradições associadas ao mundo agrícola, à cultura da vinha e à produção do vinho.

A discoteca Horta da Fonte, uma das primeiras a abrir portas em Portugal, foi um dos cartões de visita da cidade durante 39 anos. O mítico edifício, que sofreu obras de requalificação, alberga hoje o restaurante Taberna do Quinzena Cartaxo, que fica como sugestão para um jantar calmo e dedicado aos sabores da cozinha ribatejana. E no piso térreo do mesmo imóvel, num dos bares da antiga discoteca, abriu o TQ Bar, o espaço ideal para digerir uma boa refeição num ambiente sossegado e requintado, que convida ao convívio entre amigos.

Para celebrar a época especial
Montada na praça 15 de dezembro, o espaço central da cidade, a ‘Terra de Natal’ promete fazer as delícias dos mais novos nesta quadra festiva. Tem carrossel, insufláveis, pinturas faciais e, claro, uma casa de madeira onde o Pai Natal, ajudado pelos respetivos duendes, recebe todas as cartas e ouve os desejos das crianças.
Ver comentários
}