Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
8

Descobrir Lisboa como um turista

Andar num tuk-tuk, subir ao arco da Rua Augusta, visitar a Torre de Belém ou percorrer a cidade de elétrico.
Sónia Dias 16 de Agosto de 2019 às 18:00
Lisboa
Jardim Botânico de Lisboa
Lisboa
Jardim Botânico de Lisboa
Lisboa
Jardim Botânico de Lisboa
Já ficou com a sensação de que os turistas conhecem melhor Lisboa do que os que próprios lisboetas? Então porque não dar corda aos sapatos e partir à descoberta desta magnífica cidade e dos tesouros que ela esconde? Comece pelo centro e, como um verdadeiro turista, embarque num dos veículos da moda: os tuk-tuk.

Certifique-se que tem a máquina fotográfica/vídeo preparada para registar esta experiência. Não deixe também de passar pelo Elevador de Santa Justa, pelo café A Brasileira, pela livraria Bertrand e descer pela Rua Augusta (suba ao Arco) até à Praça do Comércio. Aqui encontra restaurantes e esplanadas muito convidativos... desde que não olhe aos preços.

Cidade das sete colinas
Em plena Baixa lisboeta, e depois de beber uma ginjinha - n’A Ginjinha - entre a bordo de um elétrico que o levará até ao bairro de Alfama (o mais antigo da cidade). Daqui ao Castelo de São Jorge é um saltinho, podendo ainda desfrutar dos vários miradouros que oferecem vistas maravilhosas sobre a cidade.

Se preferir, pode ir até aos Restauradores e apanhar o Elevador da Glória até ao Bairro Alto, um dos locais mais procurados pelos que apreciam noitadas e casas de fados. Ou então continuar viagem até Belém (elétrico n.º 15 com destino a Algés), onde pode deliciar-se com os típicos pastéis da Antiga Confeitaria de Belém sentado num banco de jardim a olhar o Mosteiro dos Jerónimos, o CCB e o Padrão dos Descobrimentos.

Dois museus ali perto merecem destaque: o da Marinha, com navios da época dos Descobrimentos, e o dos Coches.

Passeio pelo Jardim Botânico
Com mais de 140 anos, o Jardim Botânico de Lisboa (na Rua da Escola Politécnica) é um autêntico paraíso natural no coração da cidade.

Refúgio de paz, guarda espécies raras e é classificado como Monumento Nacional desde 2010. Aberto das 9h às 17h, o bilhete custa 3€, mas aos domingos de manhã a entrada é gratuita.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)