Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida

Elvas, a "verdadeira estrela do Alentejo"

As fortificações de Elvas, cidade património da humanidade, merecem referência elogiosa na revista ‘National Geographic’.
Mónica Andrade e Rogério Chambel 24 de Setembro de 2019 às 18:00
Elvas
Elvas FOTO: Direitos Reservados
Elvas foi classificada, em 2012, como Património da Humanidade, pela UNESCO, por ter as maiores e mais singulares fortificações do Mundo, e este mês é destacada na edição portuguesa online da revista ‘National Geographic’, que elegeu a cidade como a viagem ecológica do mês. É a "verdadeira estrela do Alentejo", escreve a revista.

Uma cidade com história
As fortificações de Elvas que remontam ao reinado de D. Sancho II, são as maiores do Mundo na tipologia de fortificações abaluartadas terrestres, possuindo um perímetro de oito a dez quilómetros e uma área de 300 hectares.

Construídas no âmbito da Guerra da Restauração, as muralhas são um exemplo da primeira tradição holandesa de arquitetura militar. Em destaque está o Forte da Graça como exemplo da arquitetura militar do séc. XVIII, considerada uma das mais poderosas fortalezas abaluartadas do Mundo. Situa-se num monte elevado.

Destaque ainda, no que ao património diz respeito, para o Aqueduto da Amoreira, construído entre 1530 e 1622, para o abastecimento de água à cidade. Tem 1367 metros de galerias subterrâneas e mais de 5 quilómetros à superfície, com arcadas que superaram os 30 metros de altura.
Elvas Alentejo museu
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)