Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
2

Formentera: tesouro de areia dourada e do mais cristalino azul

A três quilómetros de Ibiza, há uma ilha que conquista pela calma e pelas suas incríveis paisagens naturais.
Cláudia Machado 23 de Maio de 2019 às 16:00
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
Formentera
A três quilómetros da agitada Ibiza há uma ilha que nada absorve dessa proximidade.

Formentera, a mais pequena ilha habitada do arquipélago das Baleares, é um lugar tranquilo, feito de mantos da mais incrível areia dourada, banhada por um mar cristalino, de um azul que não se conta encontrar tão perto de nós – à distância de um voo de pouco mais de três horas e de uma viagem de ferry que não custa a passar.

Pelo meio, oferece pequenos tesouros para os olhos. É o caso do miradouro, paragem obrigatória no caminho para o farol de La Mola. Neste local, onde se encontra um restaurante, é possível ver toda a costa norte e sul da ilha. Nalguns dias, apresentam-se dois mares: de um lado revolto, e no outro calmo, protegido dos ventos.

Paraíso dos nudistas
Apesar de haver praias destinadas à prática do naturismo e do nudismo em formentera, esta atividade desenrola-se praticamente em todos os areais da ilha, que acaba por se tornar num ‘paraíso’ para os fãs da vida como ela começou...

E muitos são os turistas que vão a banhos sem roupa. Ainda assim, há um certo grau de descontração, até porque os areais são extensos o suficiente para que ninguém seja incomodado, e a ilha mantém o seu potencial familiar.

Entre as praias mais associadas à prática de naturismo e de nudismo em Formentera está a de Ses Illetes, com mais de 450 metros de extensão e águas tranquilas de cor turquesa.

Ponto mais alto da ilha está a 192 metros do nível do mar
Num dos extremos de Formentera, onde se encontra o ponto mais alto da ilha - fica 192 metros acima do nível do mar -, mora um dos mais bonitos lugares de toda a ilha.

A partir do farol de La Mola cria-se a sensação de que o mar Mediterrâneo não tem fim. O farol, inaugurado a 30 de novembro de 1861, faz parte de praticamente todos os roteiros turísticos que percorrem Formentera num dia. O cenário, digno de um postal, torna-se ainda mais fascinante com as luzes do fim de tarde a darem à paisagem uma aura mística e romântica.

FICHA DE VIAGEM
Como ir
No verão, há voos charter diretos de Lisboa e do Porto para Ibiza, organizados por agências. Há também várias opções com escala em Madrid. Formentera não tem aeroporto e a ligação entre as duas ilhas faz-se de ferry. Dura 35 minutos.

Onde ficar
A ilha tem vários hotéis, assim como casas disponíveis para arrendar. Pode ainda ficar em Ibiza e aproveitar a grande oferta de ferrys.

ONDE COMER E O QUE FAZER
‘Frit de polp’
Prato tradicional das ilhas Baleares é feito à base de polvo, batata, cebola e pimentos. Um ótimo petisco para um fim de tarde.

Artesanato típico
Não faltam opções originais para lembranças, sobretudo nos mercados de artesanato que funcionam entre maio e outubro.

Pitorescos moinhos
Formentera tinha a tradição dos moinhos de vento presente por toda a ilha - em tempos funcionaram sete. Serviam para moer trigo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)