Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
9

Lago natural ilumina o mais antigo castelo da Eslovénia

Bled é ponto turístico obrigatório e fica a apenas 50 quilómetros da capital.
Francisco Penim 16 de Agosto de 2017 às 18:40
Lago natural ilumina o mais antigo castelo da Eslovénia
Percurso em passadiços ao longo da Garganta de Vintgar
O lago Bled é um postal perfeito, onde se ergue uma igreja com ancoradouro
Garganta de Vintgar integra o património mundial da UNESCO
Lago natural ilumina o mais antigo castelo da Eslovénia
Percurso em passadiços ao longo da Garganta de Vintgar
O lago Bled é um postal perfeito, onde se ergue uma igreja com ancoradouro
Garganta de Vintgar integra o património mundial da UNESCO
Lago natural ilumina o mais antigo castelo da Eslovénia
Percurso em passadiços ao longo da Garganta de Vintgar
O lago Bled é um postal perfeito, onde se ergue uma igreja com ancoradouro
Garganta de Vintgar integra o património mundial da UNESCO
É o destino de lua de mel para amantes da natureza, entusiastas da fotografia ou viajantes em busca de novas experiências. O lago Bled é tudo o que podemos esperar de um local inesquecível e mítico.

Imagine o postal perfeito com um lago onde se ergue a ilha gótica que alberga uma igreja com ancoradouro, rodeada de montanhas com picos gelados e um castelo que adorna uma das margens, com  barcos a sulcar as águas.

Bled é um conto de fadas em forma de fotografia perfeita, muito procurada pelos locais e turistas do centro da Europa, mas distante dos destinos preferenciais portugueses.

A visita é possível em qualquer altura do ano mas no inverno, com neve, é a magia que mais se ergue da ligeira névoa que paira no espelho da água. 

OPÇÕES POR DESCOBRIR E INTERESSES POR EXPLORAR
É inconfundível, ilusório e transbordante de sentidos. Se tiver coragem mergulhe no lago, faça frio ou sol. O local é ótimo para a prática de desportos aquáticos, com vários quilómetros de caminhos, monumentos para visitar, doces a degustar e história para conhecer.

A experiência que nesta parte da Eslovénia se pode viver vai ficar consigo para sempre e sem ser em sonhos. Mas, acima de tudo e por todas as redondezas, há uma aura de mistério que perdura no ambiente, nas estradas percorridas e nas pessoas que aqui habitam. É ótimo!  

GARGANTA DE VINTGAR
Em Bled peça indicações para esta garganta Património Mundial da UNESCO. Fica perto de Spodnje Gorje, num percurso em passadiços de madeira ao longo de uma ravina, rodeada de penhascos, com uma extensão de cerca de 1,6 km.

As paredes de rocha são íngremes, os rápidos impactantes perante as águas do rio Radovna, que impressionam com quedas de 13 metros (as maiores da Eslovénia) e uma ponte com mais de 30 metros de altura.

Siga o curso do rio literalmente agarrado aos rochedos e prepare-se para abrir a boca de espanto. Pare nas piscinas naturais e percorra os passadiços. A entrada é paga – custa cinco euros por pessoa. 

Ficha de viagem
Como ir
Faça um ‘dois em um’. Viaje de avião para Veneza, Itália (gasta 300 euros), visite a cidade, alugue um carro e faça a fantástica viagem até Bled, com passagem por Liubliana.

Onde ficar
Alternativas não se esgotam. Se optar por dormir em Liubliana, a noite pode custar 100 euros. Em Spodnja Idrija, bem perto de Bled, há alternativas históricas mais caras.
Bled Eslovénia Eslovénia Radovna Radovna VINTGAR VINTGAR Património Mundial
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)