Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
9

Lovina, no lado mais tranquilo de Bali

Areal de oito quilómetros escapa à maior agitação da ilha indonésia.
Rui Pedro Vieira 22 de Fevereiro de 2017 às 19:09
Lovina
Cascata Gitgit
Lago Beratan
Há programas de vários tipos à disposição dos amantes ou apenas curiosos na arte do mergulho
Zona desta praia estende-se por oito quilómetros
Lovina
Cascata Gitgit
Lago Beratan
Há programas de vários tipos à disposição dos amantes ou apenas curiosos na arte do mergulho
Zona desta praia estende-se por oito quilómetros
Lovina
Cascata Gitgit
Lago Beratan
Há programas de vários tipos à disposição dos amantes ou apenas curiosos na arte do mergulho
Zona desta praia estende-se por oito quilómetros
No meio do turbilhão turístico da ilha indonésia de Bali, é a norte que se encontra sossego. Lovina pode não ter as praias que mais enchem o olho e atraem mais surfistas – a areia cinza vulcânica predomina por aqui – mas este é o ponto certo para o descanso. Com pequenos alojamentos de baixo custo, gastronomia única, paisagens naturais embaladas pelo sol e locais ideais para mergulho ou apenas para caminhar com descontração.

Localizada a apenas um quarto de hora de distância da cidade de Singaraja, a praia de Lovina estende-se por um areal de oito quilómetros, dividido por pequenas povoações costeiras. São elas Kaliesem, Kalibukbuk, Anturan e Tukad Mungga. Todas merecem uma visita porque ajudam a dar o tom a um segredo bem guardado de Bali, a ilha que muitos dizem ser abençoada e que é a única hindu no meio da Indonésia muçulmana.

Mais do que o teor espiritual, Lovina quer fazer a diferença pela tranquilidade e há vários programas pensados com esse propósito. Se nos hotéis a oferta de spa e massagens é apetecível até por ser geralmente em conta, na praia há várias propostas que convidam ao ócio, sempre à sombra das constantes palmeiras.

A venda de fruta ambulante é um dos trunfos de Bali e uma forma de contactar com a comunidade que sabe receber quem vem de fora. Além da simpatia, os comerciantes (quase sempre mulheres que levam a carga de muitos quilos na cabeça) preparam frutas como abacaxi, mangostão, banana ou coco, colhidos no próprio dia e que são de comer e chorar por mais.

Já que de gastronomia se fala, o restaurante Kakatua, na povoação de Kalibukbuk, é dos que ganharam mais notoriedade devido à variedade do menu, aos pratos de peixe e marisco frescos, preparados à frente do cliente. Os famosos ‘nasi goreng’, de arroz, prato de legumes, camarão, frango e ovo, e ‘masi goreng’, na versão com massa em vez de arroz, também devem ser tidos em conta e estão disponíveis a todas as horas, até ao pequeno-almoço.

O mergulho é outra atração, assim como os passeios de barco ao amanhecer. É esta a altura do dia propícia para se observarem golfinhos-roazes que, às dezenas, se aproximam aos primeiros raios de sol. A experiência, que também depende da sorte, faz-se a bordo dos barcos locais, os ‘jukung’, e é digna de um bom documentário de vida selvagem.

Diz-se que o nome de Lovina é a fusão de ‘love’ (amor) com ‘ina’, que é o termo balinês para mãe, num sinal de afeto pelas raízes. O destino pode, por isso, servir de ponto de descanso num roteiro mais agitado por Bali, mas apresenta trunfos que valem só por si. 

Um lago de sonho
A beleza da ilha de bali é também a de bastar andar poucos quilómetros para a paisagem mudar por completo, com surpresas em cada esquina. Apesar das estradas apertadas, é fácil sair de Lovina, atravessar uma paisagem de arrozais, e chegar a outros pontos de relevo, localizados um pouco mais a sul.

É o caso da imponente e famosa cascata Gitgit, com três correntes de água limpa no meio de uma floresta, com uma ponte que vai dar a estruturas de pedra que incluem pequenos mercados de artesanato, feitos à medida do turista.

Um pouco mais abaixo, em Bedugul, outra paisagem que parece saída de um postal ilustrado: o lago Beratan, de 3,8 quilómetros quadrados, que chega aos 22 metros de profundidade nas zonas mais fundas. Para o ver do alto, nada como subir ao topo do templo hindu Ulun Danu, uma construção harmoniosa que parece que sempre esteve ali.
Bali Singaraja Lovina Tukad Mungga Indonésia restaurante Kakatua Beratan Ulun Danu turismo viagens
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)