Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
2

O concelho medieval de Santa Maria da Feira

Castelo, museus e espaços verdes marcam a região.
Nelson Rodrigues 5 de Abril de 2017 às 09:00
o imponente castelo de Santa Maria da Feira
Quinta do castelo tem uma gruta para descobrir
O zoo de Lourosa é o único dedicado às aves
As estalagmites e as estalagtites da quinta do castelo
Castro de Romariz é composto por várias ruínas
Museu do papel Paços Brandão é dedicado à história do papel
Convento Museu dos Loios é dedicado a toda a história do concelho
o imponente castelo de Santa Maria da Feira
Quinta do castelo tem uma gruta para descobrir
O zoo de Lourosa é o único dedicado às aves
As estalagmites e as estalagtites da quinta do castelo
Castro de Romariz é composto por várias ruínas
Museu do papel Paços Brandão é dedicado à história do papel
Convento Museu dos Loios é dedicado a toda a história do concelho
o imponente castelo de Santa Maria da Feira
Quinta do castelo tem uma gruta para descobrir
O zoo de Lourosa é o único dedicado às aves
As estalagmites e as estalagtites da quinta do castelo
Castro de Romariz é composto por várias ruínas
Museu do papel Paços Brandão é dedicado à história do papel
Convento Museu dos Loios é dedicado a toda a história do concelho
Em 1117, a terra de Santa Maria, nome dado pelos romanos, e situada entre o rio Douro e o vouga, era conhecida por ser o local onde se realizava uma grande feira. Em 1251, D. Afonso III designava esse mesmo povoado por Vila da Feira. Anos mais tarde, e numa mistura dos dois nomes, nasceu Santa Maria da Feira, um concelho marcado pelas características medievais.

O castelo é dos principais locais de atração. A diversidade dos seus recursos defensivos utilizados entre os séculos XI e XVI faz deste monumento uma peça única da arquitetura militar e sempre representou um símbolo de identidade nacional. É mesmo em redor deste imponente castelo que se realiza anualmente a ‘Viagem Medieval’ - um espetáculo organizado pela câmara municipal e que, neste ano, já venceu o primeiro prémio do ‘Best Cultural Event’ da gala internacional de eventos Eventex, que decorreu em Dublin, Irlanda.

Em redor do castelo destaque ainda para a Quinta do Castelo, local que permite um passeio agradável por uma vasta área de floresta, que inclui um lago e uma gruta com estalactites e estalagmites. Santa Maria da Feira tem ainda outros espaços verdes no seu núcleo urbano, mas o complexo do Europarque veio dar uma nova dimensão ao modo como pode ser usufruída a Natureza. O local é ideal para roteiros de família ou para a realização da prática de exercício.

Mas não é só o castelo e os jardins que marcam este concelho. Há também vários locais de passagem obrigatória, como o Museu do Papel de Paços de Brandão. Instalado em duas antigas fábricas de papel do início do século XIX, o Museu do Papel Terras de Santa Maria é um espaço industrial dedicado à história do fabrico do papel, desde a sua fase manufatureira de produção ‘folha a folha’ à produção de papel em contínuo.

No centro da cidade destaque também para o Museu Convento dos Loios, um espaço que pretende salvaguardar, valorizar e divulgar testemunhos e memórias da herança histórica e cultural de toda a região.

Já fora do grande centro urbano há, também, o Zoo de Lourosa, o único parque dedicado às aves do País. Por aqui há flamingos, gansos, cisnes, tucanos, corujas, pombos, rolas, avestruzes, entre muitos outros animais que fazem as delícias das famílias.
medieval concelho Santa Maria da Feira viagens destinos férias
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)