Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
2

Um passeio pelo Alvito histórico e rural

Vila alentejana tem pouco mais de 1200 habitantes, mas conta com um legado de vários séculos.
Pedro Galego 20 de Novembro de 2017 às 21:56
O Castelo é hoje uma pousada, que aproveita as características únicas da sua arquitetura e história de residência fortificada
A Praça da República é o ponto de encontro e o centro da vila
No Canto do Cante pode provar os vinhos da região e ouvir algumas modas cante alentejano
 A igreja matriz é um dos locais de visita obrigatória em Alvito
A história está presente em cada esquina da vila. O casario é branco, tipicamente alentejano
O Castelo é hoje uma pousada, que aproveita as características únicas da sua arquitetura e história de residência fortificada
A Praça da República é o ponto de encontro e o centro da vila
No Canto do Cante pode provar os vinhos da região e ouvir algumas modas cante alentejano
 A igreja matriz é um dos locais de visita obrigatória em Alvito
A história está presente em cada esquina da vila. O casario é branco, tipicamente alentejano
O Castelo é hoje uma pousada, que aproveita as características únicas da sua arquitetura e história de residência fortificada
A Praça da República é o ponto de encontro e o centro da vila
No Canto do Cante pode provar os vinhos da região e ouvir algumas modas cante alentejano
 A igreja matriz é um dos locais de visita obrigatória em Alvito
A história está presente em cada esquina da vila. O casario é branco, tipicamente alentejano
A terra foi conquistada aos mouros em 1234, mas os vestígios históricos de Alvito remontam ao neolítico. Por lá passaram também os romanos, mas é já sob a égide do reino português que a vila ganha dimensão e importância, quer geográfica, quer populacional, sobretudo entre os séc. XV e XVI.

Disso mesmo são prova os dois ex-líbris de Alvito: o castelo – hoje transformado em pousada –, e a igreja matriz.
Se o edifício fortificado se distingue por ser um misto de arquitetura militar e residência apalaçada, onde se identificam influências islâmicas, góticas e manuelinas, já o templo cristão foi precisamente ampliado e embelezado durante esse período próspero. Hoje beneficia não só da sua monumentalidade, mas também do arranjo urbano do jardim que a envolve, tornando o local um sítio cómodo para passear ou descansar um pouco.

Como o tempo no Alentejo passa devagar, aproveite para ver as fachadas brancas, os largos e as praças, onde a qualquer momento pode encontrar motivos que remontam as outros tempos, como a casa histórica onde esteve o Grémio da Lavoura e que ainda hoje se dedica à comercialização de produtos agrícolas. Aliás, a agricultura, nos tempos que correm, é ainda a principal área de atividade económica daquele concelho. Alvito está rodeada de olivais, sobreiros e vinhas e é no mercado municipal que pode encontrar a frescura dos produtos da terra.

Nas ementas não faltam as típicas iguarias da cozinha alentejana. Dê um salto até Vila Nova da Baronia, onde, no Casão, estão os sabores tradicionais que já ultrapassam as fronteiras, tais como a sopa de cação, o ensopado de borrego, ou as migas. Aliás, é nesta localidade, a 12 quilómetros da sede de concelho, que se homenageiam alguns dos recursos mais típicos destes pratos: as ervas. Catacuzes, carrasquinhas e espargos, no inverno, e as beldroegas, no verão, dão o mote para um festival gastronómico anual que se chama Ervas da Baronia.

Provados os petiscos, se quiser escutar a alma alentejana nas gargantas dos cantadores, nada como ir até ao Canto do Cante. Trata-se de uma típica taberna que é também a sede do grupo coral de Alvito. Nada como acompanhar um ou dois copos de vinho com outras tantas modas da expressão artística que é Património da Humanidade.

Património religioso marca todo o concelho
O legado religioso não se esgota na Igreja Matriz. Pode ainda ver várias ermidas, como a de São Sebastião (no centro da vila), ou a Ermida de Sant’ Águeda/São Neutel (na Baronia). Em ambas com frescos que remontam ao séc.  XVII. 
Alvito alentejo viagem viagens destinos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)