Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
7

Um dia bem passado em Albufeira

Visita à capital do turismo com sugestões para as férias.
João Mira Godinho 13 de Julho de 2016 às 15:33
Albufeira
Albufeira FOTO: Pedro Noel da Luz
A baixa da cidade termina numa praia – a dos Pescadores – e logo aí se percebe qual a grande atração de Albufeira. A autointitulada 'capital do turismo' em Portugal reclama o título muito devido à areia, ao mar e, claro, ao sol. O areal é extenso (inclui uma segunda praia, a do Peneco) e o mar calmo – são raros os dias com ondulação mais forte, em especial no verão. O único senão é a muita procura, nos meses de julho e agosto, por se situar junto à cidade. Mas um mergulho é obrigatório numa visita a Albufeira, e mais vale começar por aí o dia, quando há menos pessoas.

Na altura em que o número de banhistas começa a aumentar, pelas 11h00, o melhor é fazer um passeio de barco. Na Marina de Albufeira, várias empresas disponibilizam viagens pela costa, com a (forte) possibilidade de se avistarem golfinhos. Outras opções, também relacionadas com o mar, são o stand up paddle – um desporto em que, de pé, se rema numa prancha –, muito em voga, com a possibilidade de aluguer de pranchas nas praias, e o ‘snorkling’ – observação do fundo do mar, com óculos de mergulho e tubo de respiração –, porque muitas praias de Albufeira têm rochas, o que torna a experiência mais gratificante.

Para almoçar, continuamos junto ao mar. O Sardinha, na praia dos Arrifes (junto à Marina), preenche todos os requisitos de um restaurante sobre a areia: bom peixe, fresco e bem grelhado, sangria de champanhe bastante competente (para quem gosta) e até sobremesas caseiras, para rematar a refeição. Passadas as horas de maior calor, um passeio pela zona velha pode ser surpreendente. A cidade tem um pulsar próprio e, se é verdade que a praia e o turismo são os grandes agregadores, por entre as ruas estreitas, onde moram muitos dos ‘filhos’ de Albufeira, encontra-se uma realidade diferente da que é passada nos postais. E, nem por isso, menos apelativa ou fascinante. Depois de uma bebida de fim de tarde no simpático Sal Rosa, sobre a praia do Peneco, para jantar escolhemos o Ruína, quase ao lado. Mais uma vez, há peixe fresco e bem grelhado (sim, é quase obrigatório), acompanhado de um bom vinho branco fresco.

A noite pode começar no Boémia, próximo da zona da Oura, e, para quem gosta de a prolongar, o Salt Beach Club (antigo Capítulo V) é apenas uma das muitas hipóteses.
Albufeira Algarve turismo férias sugestões
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)