Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
9

Vale do Nilo, um verdadeiro museu a céu aberto

O rio criou uma civilização que deixou marcas e história.
Armando Esteves Pereira(armandoestevespereira@cmjornal.pt) 24 de Maio de 2017 às 17:32
Luxor
Os passeios no rio Nilo são um verdadeiro clássico a experimentar
O templo de Hatshepsut surpreende pela sua beleza
Elefantina é uma ilha de rochas de granito situada em frente a assuão
Luxor
Os passeios no rio Nilo são um verdadeiro clássico a experimentar
O templo de Hatshepsut surpreende pela sua beleza
Elefantina é uma ilha de rochas de granito situada em frente a assuão
Luxor
Os passeios no rio Nilo são um verdadeiro clássico a experimentar
O templo de Hatshepsut surpreende pela sua beleza
Elefantina é uma ilha de rochas de granito situada em frente a assuão
A antiga Tebas egípcia foi capital de um poderoso reino e o seu deus Amon era temido.

Os ventos da história mudaram e os impérios sucederam-se. Quando os árabes chegaram e viram os templos da cidade, pensaram que eram magníficos palácios e chamaram a cidade de Luxor.

Serpenteada pelo Nilo é, sem dúvida, o maior museu do Mundo. Do lado oriental do rio ficam os magníficos templos de Luxor e Karnak. No lado ocidental, o vale dos reis, local de templos e milhares de túmulos, alguns de reis, com visita obrigatória, como o de Tutankamon.

Surpreendente, colossal e belo é o templo de  Hatshepsut, uma rainha que há cerca de 3500 anos governava, tendo de usar roupa de homem e barba falsa. Para quem gosta de história e arqueologia, Luxor é o paraíso. 


Viagem noturna de comboio do Cairo até Assuão
Ir de comboio do Cairo até Assuão, 950 quilómetros a sul, é um regresso ao passado, aos tempos em que Agatha Christie se inspirou para o livro ‘Morte no Nilo’, também adaptado para cinema.

A viagem custa menos de 80 euros, em carruagem- -cama, com jantar e pequeno- -almoço incluído. Grande parte do percurso é de noite,  mas de manhã ainda dá para percorrer algumas centenas de quilómetros e ver o oásis de vida que o rio permite.

Viagem magnífica para fazer em apenas um sentido. No regresso, o avião é mais confortável. 


Pirâmides e o Museu
O Cairo é das cidades mais populosas do mundo,  com mais de 20 milhões de pessoas.

O trânsito é caótico e sem regras aparentes, mas está cheio de vida a qualquer hora do dia ou da noite. Obrigatório ir às famosas pirâmides de Gizé e ao Museu do Cairo. Dois dias são suficientes para conhecer o essencial desta metrópole. Interessante também é o bairro copta.

Os coptas são das comunidades cristãs mais antigas do mundo e são uma minoria importante no Egito.

Para quem gosta do ambiente de mercados, de compras e de pechinchas, uma visita ao incrível mercado de  al-Khalili é obrigatória. E se fizer compras, regatear o preço é fundamental.
Rio Nilo civilização Egipto Cairo pirâmides história
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)