Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
1

Cidade chilena de Valparaíso revela um mar de cores

São mais de 40 os morros que servem de moldura ao quadro da urbe fundada no século XVI.
Patrícia Lima Leitão 27 de Fevereiro de 2019 às 18:09
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Valparaíso
Ser um autêntico vale paraíso valeu o nome a esta cidade portuária. À chegada a Valparaíso, na costa chilena, o mar de cores dá-lhe as boas vindas. As tonalidades neutras não têm lugar nas fachadas das casas, que são pintadas pelos moradores e que, pela diversidade apresentada, constituem um cenário que pretende marcar pela diferença. Há quem prefira o amarelo, o vermelho, o azul ou o verde. O que importa é que a cor transmita vivacidade.

São mais de 40 os morros que servem de moldura ao quadro da cidade fundada em 1544. Inspiram poetas e escritores nas suas criações e servem de solo onde se alicerçaram muitas habitações. Para ali chegar, 15 funiculares espalhados por Valparaíso são imprescindíveis, até porque muitos locais são inacessíveis por qualquer outro meio. O mais antigo foi construído no século XIX para fazer face às dificuldades da população em se deslocar, dada a forte inclinação dos morros.

Existe em Valparaíso um morro cujo nome espelha aquilo que está simbolizado nas fachadas das casas - a alegria. Designado de ‘Alegre’, aqui encontram-se novas formas de arte ao virar de cada esquina, desde desenhos e grafítis nas paredes, pinturas e comércio de artesanato e antiguidades. A cidade, que se tornou em 2003 Património Cultural da Humanidade pela Unesco, já recebeu o primeiro Festival Latino-Americano do Grafíti. Há poucos espaços que ‘escapem’ a esta arte.

Ficha de Viagem
Como chegar
Valparaíso não dispõe de aeroporto, por isso, para ali chegar deve voar até Santiago e de lá apanhar um autocarro ou ir de carro. A cidade fica a pouco mais de 110 quilómetros.

Onde ficar
O Bairro Puerto é uma das muitas opções que os turistas dispõem para se hospedar na cidade. É uma zona residencial com muito comércio à volta. É lá que está situada a Igreja Matriz.

Onde comer e o que fazer
Casa do poeta
A casa-museu La Sebastiana é uma das três casas do poeta chileno Pablo Neruda e está localizada no topo do morro da Bellavista. Tem uma vista privilegiada sobre o porto da cidade.

Mais de 50 cruzeiros
O porto de Valparaíso é o principal do Chile. Anualmente transfere cerca de 10 milhões de toneladas, atende cerca de 50 cruzeiros e recebe 150 mil passageiros por temporada.

Praia de fácil acesso
Las Torpederas é uma das praias mais conhecidas e frequentadas, muito graças ao fácil acesso. Sendo das mais antigas da cidade, dispõe de restaurantes e estacionamentos em redor.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)