Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida

Viagens de comboio para fazer uma vez na vida

Em Portugal, na Rússia, Escócia ou nos Andes, conheça estes fantásticos percursos ferroviários.
Beatriz Pinto e P.F. 8 de Maio de 2019 às 18:40
Comboio Histórico do Douro
Jacobite Steam Train
Sky Train
Orient Express Paris-Veneza
Tren a las Nubes
Transiberiano
The Blue Train
Comboio Histórico do Douro
Jacobite Steam Train
Sky Train
Orient Express Paris-Veneza
Tren a las Nubes
Transiberiano
The Blue Train
Comboio Histórico do Douro
Jacobite Steam Train
Sky Train
Orient Express Paris-Veneza
Tren a las Nubes
Transiberiano
The Blue Train
Estas são viagens que marcam uma vida. destinadas a aventureiros, românticos ou, até, nostálgicos de um tempo feito de história e de glamour. Em Portugal, na Rússia, Escócia ou nos Andes, conheça estes fantásticos percursos.

Linha do Douro é um verdadeiro postal ilustrado
O Comboio Histórico do Douro percorre uma paisagem classificada pela Unesco como Património Mundial. Um verdadeiro postal ilustrado de Portugal.

Permite aos passageiros desfrutarem de uma viagem no tempo, através de um percurso à beira do Douro marcado pela beleza paisagística feita de vinhas, água e verde.

A locomotiva a vapor e as carruagens históricas percorrem a distância entre a estação da Régua até à do Tua, com passagem pelo Pinhão. A bordo vivem-se momentos de muita animação com um grupo de música e cantares tradicionais da região, permitindo ainda aos viajantes provarem o vinho do Porto e saborearem os rebuçados da Régua, tradição a cumprir por quem visita a região.

O comboio circula aos sábados entre o dia 1 de junho e 26 de outubro e, este ano, dia 15 de agosto, feriado. Os preços variam entre 19 euros (dos 4 aos 12 anos) e 43 euros (adulto).

Há a possibilidade de compra de packs de viagens combinadas, que incluem ida e volta de qualquer ponto do país em Alfa Pendular, Intercidades, Regional e Comboios Urbanos do Porto.

Os bilhetes podem ser adquiridos nas bilheteiras das estações e na bilheteira online da CP.

Passagem pelo mundo de Harry Potter
O Jacobite Steam Train faz o percurso de Fort William até Mallaig, na Escócia, uma das viagens da Europa mais conhecidas. As composições atravessam as mais diversas paisagens verdes feitas de montanhas, lagos e bosques.

A passagem pelo Viaduto de Glenfinnan, popularizado nos filmes de Harry Potter - por aí passa o Hogwarts Express (comboio que leva os alunos da Escola de Feitiçaria de Hogwarts até Hogsmead) -, é um dos motivos de maior atração ao longo do passeio.

Este ano, a primeira viagem do comboio escocês aconteceu dia 19 de abril. Há viagens de segunda a sexta-feira até ao dia 25 de outubro, e aos fins de semana entre 4 de maio e 29 de setembro. O Jacobite Steam Train cumpre este percurso, de 134 quilómetros, há mais de 20 anos. Os preços variam entre os 10 euros e os 50 euros.

De Pequim ao Tibete
O Sky Train inicia a sua viagem na capital da China, Pequim, e segue em direção ao Tibete. Surprende de imediato o contraste marcante entre o vale de Yarlung Tsangpo e os campos verdes.

Lhasa, a capital administrativa da Região Autónoma do Tibete, na República Popular da China, está localizada no sopé do Monte Gephel.
A partir daí, a viagem continua até ao lago Yamdrok Tso.

O comboio chega a Gyantse, a Shigatse e depois regressa a Lhasa, para prosseguir a viagem.

O Sky Train passa pelo planalto tibetano, a cadeia de Tangula e Amdo, o lago Koko Nor e segue depois para a cidade de Lanzhou, onde termina a área cultural do Tibete. É depois efetuado o regresso a Pequim.

As tarifas do roteiro variam consoante o tempo de estadia, mas conte com valores acima dos 2.600€.

Rigor a bordo
O Orient Express Paris-Veneza cumpre um percurso pelo interior de França, Suíça, Áustria e Itália durante mais de 800 quilómetros. Cruza montanhas de picos nevados com as típicas casas de madeira. Entre a capital de França e Veneza, o comboio faz apenas uma paragem, na estação de Innsbruck, na Áustria.

Além da beleza paisagística com que o roteiro brinda todos os passageiros, é importante realçar o conforto, luxo e glamour, com os passageiros a terem de apresentar formalidade na roupa na altura das refeições a bordo; para os homens o típico black tie, para as mulheres um vestido de noite.

O bilhete inclui jantar, café da manhã, almoço com 3 pratos preparados por chefs franceses e chá da tarde.

As tarifas, que variam consoante a cabina onde os viajantes se instalam, vão dos 2800€ e 13 850€.

Viajar nas nuvens
A mágica viagem ‘para as nuvens’ começa na cidade de Salta, na Argentina. Está em andamento a fantástica viagem no Tren a Las Nubes.

A observar uma paisagem esplêndida, os passageiros desfrutam de um pequeno-almoço antes de continuarem a viagem pela Quebrada de las Cuevas, até chegarem à aldeia de San Antonio de Los Cobres. Antes do almoço inicia-se a travessia da Cordilheira dos Andes até ao Viaducto de La Polvorilla. Uma construção em curva com 224 metros de comprimento e 64 de altura.

Os viajantes regressam a San Antonio de Los Cobres para desfrutarem de um almoço. Após visita à localidade iniciam a viagem de retorno a Salta.

O percurso tem início pelas 7h00 e termina às 20h00. Os preços variam entre os 70€ e os 200€, de acordo com os pacotes e a altura do ano.

Uma viagem, 9259 quilómetros
O transiberiano atravessa a Rússia desde Moscovo até à cidade de Vladivostok. Trata-se da linha mais comprida do mundo, com 9259 quilómetros, e em que são necessários 7 dias e seis noites , sem paragens, para completar a viagem.

O roteiro passa por 8 fusos horários enquanto divaga pelo vasto interior do país. Tem início em Yaroslavsky Vokzal (Moscovo), atravessa Yaroslavl, Chelyabinsk, Omsk, Novosibirsk, Irkutsk, Krasnoyarsk, Ulan-Ude, Chita e Khabarovsk, até chegar ao destino, Vladivostok.

O comboio transiberiano possui compartimentos de duas camas em 1.ª classe, compartimentos de 4 camas de 2.ª classe e beliches.

Os preços variam entre os 500€ e os 4200€, consoante o tipo de percurso, a duração do roteiro e a cabina que os viajantes escolhem.

Luxo sobre trilhos na África do Sul
The blue train percorre a África do Sul, do interior ao litoral, de Pretória à Cidade do Cabo, ao longo de 1600 quilómetros que são cumpridos em 31 horas.

O comboio, considerado muito mais do que um meio de transporte ferroviário, é visto como um hotel de cinco estrelas sobre trilhos, que circula desde as regiões semiáridas do Great Karoo às montanhas de Western Cape, passando pela região de Winelands até chegar ao destino final.
Os viajantes podem contar com um serviço personalizado e atencioso, com mordomos, conforto garantido e requintadas refeições.

Os preços variam de acordo com a época escolhida para viajar e, também, com o tipo de cabina.

Em época baixa os bilhetes estão balizados entre os 1200€ e os 2200€, enquanto na época alta podem variar entre os 1500€ e os 3000€.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)