Correio da Manhã

Swimrun: modalidade inventada na Suécia está a fazer furor em Portugal
Foto Jacob Ammentorp
Primeira prova em Portugal foi na Arrábida e conquistou triatletas e runners
Foto Getty Images
Correr
Foto Direitos Reservados
Correr
Foto Direitos Reservados
Correr
Por Mário Figueiredo | 10:00
  • Partilhe
Nadar e correr sem trocar equipamento está a seduzir os radicais.

Chegou a portugal em junho e está a fazer furor. Estamos a falar do Swimrun - natação e corrida -, uma nova modalidade. A primeira prova disputou-se na Arrábida e juntou os amantes mais radicais da natação e do trail running. Veio para ficar.

A serra da Arrábida acolheu a primeira competição de uma modalidade recente a nível mundial. Nasceu em 2006 na Suécia, baseada na prova Otillo (de ilha para ilha). Começou, como muitas outras, fruto de uma aposta entre amigos, que colocaram como desafio percorrer várias ilhas do arquipélago de Estocolmo. Nadaram de uma para a outra e corriam para atravessarem as ilhas. A distância total foi de 75 quilómetros, sendo que 10 deles foram nadados em águas abertas - mais difíceis, devido a correntes e ondas.

Em Portugal, a estreia foi feita em duas distâncias; 14 km (2 km a nadar e 12 km a correr) e 6 km (800 metros a nadar e 5200 a correr). Contou com quase 200 participantes, oriundos do duatlo, triatlo e trail running.

Estas provas incluem múltiplas transições entre a natação, sempre em águas abertas, e a corrida, normalmente por trilhos. Ao contrário do triatlo e duatlo, no SwimRun não se troca de equipamento. Os participantes usam um fato de neoprene adaptado para este desporto - é mais fino nos braços e curto nas pernas para permitir movimentos mais soltos na corrida. Muitos dos participantes na Arrábida optaram por o uso de calções e t-shirts de licra. A natação é realizada com os ténis calçados, o que torna estes eventos muito dinâmicos e interessantes.

O sucesso da estreia já fez os organizadores pensarem em fazer uma nova prova, desta feita no final do verão, em setembro ou outubro. O local eleito será o Zêzere. Mais, o objetivo passa mesmo pela realização de um circuito nacional. Locais não faltam e, pelos visto, participantes também não. Bons treinos.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE