Atravessar o Algarve de nascente a poente por serras e trilhos

Percurso com grau de dificuldade elevado era percorrido nas peregrinações.
Por Mário Figueiredo|07.11.18
A algarviana ultra trail disputa-se de 29 de novembro a 2 de dezembro e atravessa Portugal de nascente a poente, no Algarve, numa extensão de 300 quilómetros. Pode ser feita por etapas, o tempo limite é de 72 horas num percurso repleto de desafios.

São 300 km de beleza e tranquilidade, mas também de muita dificuldade. Um verdadeiro sobe e desce pelas serras do Caldeirão, Espinhaço de Cão e Monchique. São quase 700 metros de desnível positivo. O percurso não é novo. Era utilizado nas peregrinações a São Vicente (Sagres) e hoje é conhecido por Via Algarviana. Liga Alcoutim ao cabo de São Vicente pela serra algarvia e o itinerário atravessa onze concelhos e 21 freguesias.

É uma prova exclusiva, quer pelas dificuldades e treino regular a que obriga, quer pelo limite estabelecido de 100 participantes. "Uma prova de atletas para atletas que aposta na proximidade. Gostamos de tratar os atletas pelo nome. Não se trata de uma corrida, mas de uma viagem", como refere Germano Magalhães, da organização.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!