Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
9

Os 10 erros mais comuns dos atletas de ocasião

Reconheça e aprenda a combater os maus hábitos da prática desportiva.
Mário Figueiredo 24 de Julho de 2017 às 09:00
Running
Running FOTO: Todor Tsvetkov
A maioria dos atletas ou praticantes de ocasião cometem vários erros na sua atividade física. Aqui ficam dez dos erros mais habituais e a melhor forma de os ultrapassar. Saber identificar estes equívocos é determinante para a evolução do praticante.

Correr muito. A corrida deve ser progressiva, quer na distância quer no ritmo. O abuso leva a lesões constantes. O regresso pós-lesão também tem de ser progressivo.

Má Alimentação. Após um treino intenso é necessário ingerir hidratos de carbono e proteínas.

Queimadura solar. Muito importante nesta altura. Corridas superiores a 20 minutos devem ser feitas com protetor solar.

Ignorar abdominais. Está provado que os atletas que trabalham os abdominais regularmente são mais rápidos 30 segundos em 5 km.

Partida rápida. Iniciar uma prova rápida é fatal. Recorra a um GPS com a marcação do seu ritmo. Se for rápido, compensa no km a seguir.

Ser o médico. De médico e de louco todos tempos um pouco. Esqueça. As lesões são tratadas mais rapidamente com apoio de especialistas.

Alongamentos. São mais importantes no final do esforço do que no início. Decisivos em todos os treinos. Ajudam a recuperar do esforço.

Dormir pouco. Uma boa noite de sono é fundamental para recuperar dos treinos. Descansar pouco é sinónimo de sofrimento e lesões.

‘Overtraining’. A falta de descanso dá origem ao ‘overtraining’ (excesso de treino). Gera uma grande quebra de motivação.

Pressão. A corrida serve para se sentir melhor e não stressado. No entanto, a pressão dos objetivos tira o prazer de fazer desporto.
GPS alimentação médico Overtraining desporto atletismo futebol running
Ver comentários