Saiba quais os cuidados a ter ao sol

Exposição solar desaconselhada entre as 11h00 e as 16h00.
Por Miguel Balança e André Filipe Oliveira|10.04.19
  • partilhe
  • 1
  • +
Promove a produção de vitamina D, alavanca o bem-estar e, num ‘país à beira-mar plantado’, faz-se notar uma média de 300 dias por ano. Mas durante os meses de verão - quando a exposição solar é mais intensa e o corpo tende a andar a descoberto - "um bom princípio é manter um horário de precaução".

"De forma mais ou menos conservadora, conforme o doente em avaliação, entre as 11h00 e as 16h00 será sempre prudente algum resguardo", recomenda a dermatologista Maria João Paiva Lopes, que avança com um prognóstico à medida de cada padrão de exposição.

Um utilizador "mais crónico" - como trabalhadores ao ar livre ou rurais - "tem um maior risco de cancro de pele não melanoma. Uma pessoa com um padrão de exposição intermitente, de curta duração e muito intenso, nomeadamente se lhe provocar queimaduras, vai ter maior risco de melanoma maligno", acrescenta a especialista. Este é o cancro da pele com o pior prognóstico e regista cerca de mil novos casos por ano.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!