Correio da Manhã

Deu la Deu, um verde que evolui bem
Foto Direitos Reservados
16:47
  • Partilhe
Entre 2002 e 2017, vinhos fantásticos. Teremos de perceber que até os vinhos brancos precisam de tempo em garrafa.

O Deu la Deu é a marca de Alvarinho mais vendida em Portugal (entre 360 e 380 mil garrafas) e por um preço muito em conta (à volta dos 6 € e por vezes menos em regime de promoções).

Tudo isto é mais ou menos conhecido. Agora, o que talvez muita gente não saiba é que este vinho da Adega de Monção é tanto melhor quanto maior for a nossa paciência para comprarmos garrafas de colheitas mais recentes e dar-lhes descanso em cave durante dois, quatro ou seis anos.

Na semana passada, e no decorrer do evento White Experience - que decorreu em Monção e Melgaço - tivemos a oportunidade de provar Deu La Deu de colheitas entre 2002 e 2017.

E o que foi possível concluir? Primeiro, que um Alvarinho precisa de tempo para se revelar, pelo que é um erro bebermos a correr um Deu la Deu de 2017 (é riqueza consumida antes do tempo). Segundo, atendendo ao preço, devemos comprar algumas garrafas e abrir uma de 12 em 12 meses. É só um conselho.

Caril liga bem com Alvarinhos velhos
Os sabores evoluídos, com alguma fruta madura, algo vegetal, mas balanceados com algumas notas doces transformam- -no numa companhia ideal para um caril, desde que não se carregue demasiado nos picantes.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE