Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
1

Empresa de Chaves cria flor de sal com ouro

O primeiro lote já esgotou.
Lusa 22 de Fevereiro de 2017 às 12:30
Aquae Flaviae
Aquae Flaviae FOTO: Direitos Reservados
Uma empresa de Chaves desenvolveu um novo produto que junta flor de sal e ouro comestível, que foi inspirado na história romana e cujo primeiro lote esgotou antes de chegar ao mercado.

Este produto foi desenvolvido pela empresa "Sapientia Romana", sediada em Chaves, distrito de Vila Real, que cruzou o país até ao Algarve para ir buscar a flor de sal que juntou ao ouro comestível de 23,5 quilates.

O responsável pela empresa, Ricardo Correia, afirmou hoje à agência Lusa que o produto resultou de um trabalho de investigação sobre os romanos, cuja presença na zona de Chaves, a então "Aquae Flaviae", foi muito intensa e deixou vestígios como a ponte de Trajano ou as termas.

"Procuramos sempre aliar essa componente histórica dando um toque de inovação e de requinte", frisou

O responsável sublinhou que o sal assumia tanta relevância e valor na época romana que um grama de sal era trocado por um grama de ouro, tendo, por isso, ficado conhecido como o "ouro branco".

Para esta primeira edição foi preparado um lote com 500 unidades de flor de sal com ouro, de 90 gramas cada.

E, segundo Ricardo Correia, antes mesmo de ter sido lançado no mercado este primeiro lote já está esgotado. "Vai para o mercado esta semana, mas as encomendas recebidas já absorveram a primeira edição e vamos rapidamente fazer uma segunda edição", sustentou.

Em preparação está um lote em que se triplica a produção. Este produto tem a particularidade de não ter data de validade.

O responsável salientou que a flor de sal com ouro é destinada principalmente à exportação e que o Dubai representa uma forte aposta, já que se trata de "uma plataforma" onde se cruza muita gente de muitos países.

"Grande parte das encomendas veio do Dubai onde existe um fascínio por produtos que tenham ouro. A pesquisa de mercado revelou que é a região onde existem mais produtos com ouro", referiu Ricardo Correia.

A Europa é também um mercado importante e, em Portugal, estará presente em lojas 'gourmet', em lojas dos museus e monumentos nacionais e ainda nos espaços comerciais dos principais aeroportos nacionais.

O novo produto é apresentado hoje, em Chaves. O chefe Leonel Fernandes vai preparar um menu constituído por uma entrada, um prato principal e uma sobremesa tendo como elemento comum a flor de sal com ouro.

Ricardo Correia explicou que a flor de sal deve ser utilizada após a confeção, antes de servir, para afinar o tempero, já que tem a "capacidade de despertar os sabores do prato, permitindo um sabor mais agradável e intenso".

Desde a antiguidade que o ouro é usado em medicamentos pelos alquimistas, que acreditavam nas suas propriedades terapêuticas, e também em produtos alimentares, um setor onde parece estar a ganhar relevância.

A empresa "Sapientia Romana" entrou no mercado, há quatro anos, com o mel com ouro e a Casa Aragão (Alfandega da Fé) lançou, em 2012, um azeite com folhas de ouro comestível de 23 quilates.

O Complexo Mineiro Romano de Tresminas criou também um bombom de chocolate negro com ouro e mel de urze que junta "o melhor" de concelho de Vila Pouca de Aguiar.
empresa Chaves flor de sal ouro Sapientia Romana Ricardo Correia Aquae Flaviae
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)