Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
4

Feira da revista ‘Grandes Escolhas’ promete três dias para provar os melhores vinhos

A programação rica e diferenciada à volta do vinho é a mais valia do evento.
Edgardo Pacheco 29 de Outubro de 2018 às 20:37
Feira da revista ‘Grandes Escolhas’ promete três dias para provar os melhores vinhos
Queijo
Enchidos  e carnes
Feira da revista ‘Grandes Escolhas’ promete três dias para provar os melhores vinhos
Queijo
Enchidos  e carnes
Feira da revista ‘Grandes Escolhas’ promete três dias para provar os melhores vinhos
Queijo
Enchidos  e carnes
Há quem vá a feiras vínicas para provar o maior número possível de vinhos, há quem só se se interesse por causa da programação paralela e, claro, há ainda quem entre ao meio do dia e aproveita provar e participar em todas as provas especiais.

Ora, quem passar pela FIL, a partir de hoje e até domingo, poderá provar os melhores vinhos nacionais, conversar e tirar dúvidas com muitos enólogos e inscrever-se em provas de grande nível, que por regra só acontecem uma vez.

A feira organizada pela equipa da revista Grandes Escolhas calendarizou as seguintes provas: Opus One (o mítico vinho de Napa Valley), Reserva Especial Casa Ferreirinha, Mistério das Vinhas Velhas, Casa de Saima, Quinta de Sanjoane, Tesouros da Madeira Wine Company, Kopke, Muganheira e outros vinhos de renome.

Na capítulo das comidas, os chefs convidados vão preparar pratos cujos vinhos mais adequados serão recomendados por diferentes escansões. Donde, festa rija. 

Cozido em local fino
Um dos mais luxuosos restaurantes de Lisboa passou a servir o grande prato nacional ao domingo
Se alguém, há cerca de 5 anos, afirmasse que o cozido à portuguesa iria regressar em força às ementas dos restaurantes, isso significaria que não estaria bem do juízo.

Mas, surpresa das surpresas, nunca se comeu tanto cozido como agora.
Aliás, há restaurantes nas grandes cidades do País com romarias de gente ao domingo para comer cozido, sendo que até as crianças se atiram aos pedaços gordos e às couves como gente grande.

Agora, para a surpresa ser ainda maior vamos dizer que um dos mais luxuosos restaurantes de Lisboa - o JNcQuoi, na avenida da Liberdade - começou a servir cozido à portuguesa no último domingo de cada mês.

E para seguir as regras aplicadas aos restantes pratos da ementa, o chefe António Bóia selecionou enchidos e carnes de grande qualidade, pelo que não se estranhará que cada prato custe 38 €. 

Pera com gengibre
Seja porque o mercado na indústria agroalimentar requer inovação constante, seja porque há excesso de produção de fruta no Mundo, as empresas têm de puxar pela imaginação. É um pouco o que acontece com a Frutomania, que pegou em pera rocha para criar seis compotas. Esta vem com gengibre e canela. É uma boa ideia. Custa 4,70 €. 

Pão saudável
Antigamente ninguém sabia o que era o glúten. Hoje, mal alguém se sente inchado depois comer duas fatias de pão começa logo a pensar se será ou não celíaco. Donde, este Livro do Pão sem Glúten é uma iniciativa editorial bem pensada, porque nós não passamos sem pão. E aqui estão 60 receitas para fazer em casa. Custa 17,90 €. 

Concurso
Quais são os melhores queijos nacionais?
Pois, é isso que iremos saber na próxima segunda-feira, dia 29 de outubro, quando forem revelados os resultados da 10.ª edição do Concurso Nacional de Queijos, organizado pela Associação Nacional dos Industriais de Lacticínios (ANIL).

Nesta última edição estiveram em prova mais de 200 queijos, pelo que este é o concurso que maior representação dá da produção nacional. Apesar do consumo de produtos lácteos estar em queda, no que se refere ao queijo, os portugueses mantêm-se fiéis com um consumo per capita de cerca de 11 quilos.

Como de costume, num País relativamente conservador os resultados da categoria dedicada à inovação são dos mais aguardados.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)