Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
7

Tinto do Tejo para o dia a a dia

Vinho jovial feito à base de Syrah, Castelão, Tinta Roriz e Alicante Bouschet.
Edgardo Pacheco 27 de Fevereiro de 2019 às 18:53
Tinto do Tejo para o dia a a dia
Vinha
Tinto do Tejo para o dia a a dia
Vinha
Tinto do Tejo para o dia a a dia
Vinha
Para tristeza dos produtores e felicidade dos consumidores, há cada vez mais vinhos bons e baratos. Isso é assim porque a área de vinha cresceu imenso em Portugal e porque a ciência vitícola permite hoje produções regulares de uvas com qualidade.

Se a estes dois fatores acrescentarmos o facto de o Mundo ser um lago de vinho e Portugal continuar a ter dificuldade em exportar vinho a preços interessantes, percebemos assim por que razão conseguimos um bom vinho por 4 € a garrafa.

Todavia, é preciso que o consumidor perceba que uma coisa é dar 4 € por garrafas de marcas que conhece há muitos anos e outra é dar o mesmo valor por outras de marcas que nasceram por obra e graça dos grupos de distribuição, usadas apenas para promover campanhas de descontos milagrosos.

E este Quinta da Alorna de 2016 não faz parte do tal esquema dos descontos de 50, 60 ou 70%. Sem pretensões, é um tinto jovial com o selo de uma casa histórica, honesto e saboroso, que nasceu para aquela situação do dia a dia. Não vem com categorias inventadas.

É, por isso mesmo, barato, bom e justo. 

Carnes estufadas
Não sendo um tinto com garra, está bem indicado para alguns pratos estufados de carnes de bovino que venham com as notas doces de alguns vegetais (ervilhas e cenouras).
Portugal Mundo Quinta da Alorna economia negócios e finanças agricultura e pescas vinicultura
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)