Barra Cofina

Correio da Manhã

Boa Vida
6

Touriga Franca: Um novo tinto da quinta do Pôpa

Casta fundamental para dar estrutura aos vinhos do Porto e vinhos DOC Douro.
Edgardo Pacheco 7 de Março de 2019 às 20:06
Vinho
Vinho FOTO: Getty Images
Quem sabe muito de vinho do porto (os que o fazem e aqueles que o provam) afiança que a casta mais importante no Douro não é, ao contrário do que muita gente pensa só por causa das modas, a Touriga Nacional.

É, sim, a Touriga Franca. E como são os ingleses a mandar no negócio, vale a pena dizer que tal casta é conhecida como a ‘backbone’, que o mesmo é dizer que a Touriga Franca é a espinha dorsal dos vinhos do Porto. De resto, os mais antigos gostam de prognosticar como será o ano vitícola a partir dos primeiros mostos da Touriga Franca. A casta é uma espécie de bússola da região do Douro.

Ora, se a Touriga Franca é boa para fazer vinhos do Porto, também faz boa figura nos vinhos DOC Douro.

E, na Quinta do Pôpa, os irmãos Stéphane e Vanessa Ferreira entenderam que uma vinha de Touriga Franca plantada em 2003 poderia diferenciar o portfólio da empresa. E pensaram bem porque, de resto, qualidade à parte, estamos perante um vinho que mostrará aos leitores a riqueza da casta Touriga Franca.

Fica bem com um bife
Os taninos doces mas firmes, bem como as notas de especiarias, fazem com que este tinto fique bem com um bife mal passado. Aliás, há outra forma de preparar um bife?
Douro Touriga Nacional DOC Pôpa vinicultura gastronomia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)